Fisioterapia em Emergência, Urgência e UTI.

Fisioterapia em Emergência, Urgência e UTI.

Fisioterapia em Emergência e Urgência e UTI

 

O serviço de urgência e emergência é a porta de entrada do hospital para o paciente que apresenta alterações dos pontos de vista biológicos e físicos, causando risco de vida.

A resolução 501 de 26 de dezembro de 2018 em seu artigo 1° resolve: “Reconhecer a atuação do Fisioterapeuta na assistência à Saúde nas Unidades de Emergência e Urgência

O fisioterapeuta, por muito tempo, foi um prestador de assistência para a equipe da emergência; porém, hoje, em alguns serviços, ele é componente fundamental dessa equipe. Esse tema torna-se importante pela inserção do fisioterapeuta em um campo ainda pouco explorado. Sendo que em muitos hospitais públicos do Brasil, a escassez de leitos de terapia intensiva propicia que muitos pacientes evoluam com piora do quadro ainda no serviço de emergência.

Fisioterapeuta na emergência

O objetivo principal do atendimento fisioterapêutico nessas unidades é dar suporte rápido e eficiente para disfunções cardiorrespiratórias, principalmente nas primeiras horas, evitando, assim, um possível agravamento no quadro clínico, como a necessidade de intubação orotraqueal, utilização de ventilação mecânica invasiva e evolução para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Dentre suas funções, ele pode fornecer atendimento tratamento precoce de patologias agudas e crônicas, das comorbidades e das complicações funcionais do paciente, refletindo indiretamente na diminuição do tempo de internamento, redução da mortalidade e dos custos hospitalares.

Assim, melhor esclarecendo, o profissional pode ser requerido nos casos em que o paciente precise de ventilação mecânica invasiva ou não invasiva, cuidados com as vias aéreas durante a parada cardiorrespiratória, de auxílio à equipe até a estabilização do paciente – em unidade de emergência.

ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

Nos últimos 20 anos o fisioterapeuta que atua na área de Terapia Intensiva tem se tornado um especialista no cuidado ao paciente crítico. Em seu início, sua atuação estendia-se à aplicação de técnicas fisioterápicas, evoluindo para a incorporação de cuidados com a via aérea artificial e, mais recentemente, ao manuseio de tecnologia de assistência ventilatória mecânica invasiva e não invasiva. A evolução explosiva da ciência e da tecnologia referente ao paciente crítico tem requerido do fisioterapeuta treinamento especializado e atualização constantes. O fisioterapeuta que atua em Terapia Intensiva promove a assistência ao paciente baseado em diretrizes médicas, O fisioterapeuta deve ser capaz de avaliar adequadamente o paciente e aplicar o melhor procedimento, pesando os benefícios e os riscos em potenciais, sempre presentes em pacientes críticos. Deve entender a condição clínica do paciente, os objetivos médicos traçados e a competência e as limitações de cada instrumento e procedimento. Deve determinar se o procedimento a ser realizado tem alta probabilidade de alcançar os resultados clínicos esperados ou se um outro procedimento pode ser mais eficiente e benéfico. Quando esta for a situação, o fisioterapeuta deve contatar a equipe médica e negociar um plano de assistência que seja o melhor para o paciente

O relacionamento interprofissional tradicional na equipe de saúde tem se alterado nos últimos 20-30 anos. Muitos fatores contribuíram para esta mudança, incluindo o avanço tecnológico e a complexidade das ações médicas, a acentuada melhora da formação dos profissionais de saúde e a democratização da sociedade como um todo. Este movimento resultou em uma lenta, porém gradual evolução do conceito de equipe multiprofissional. O conceito é que seus membros tem contribuições especificas para dar, de valor comparável e todos devem funcionar harmoniosamente para que o resultado final seja a excelência no padrão de assistência. Cada grupo profissional deve entender o seu papel e o das demais equipes. As chaves para esta complexa relação são respeito, boas maneiras, serenidade, humildade e, o mais importante, uma devoção inflexível ao bem-estar do paciente.

 

Aulas Acontecem em hum final de semana por mês:

Sabados das:   8:00 as 18:00

Domingo das: 8:00 as 13:00

 

Invesimento:

19 Parcelas de $ 530,00

  • Inscrição

     

    Garanta sua vaga.

  • Inscrição

    Valor da primeira parcela.

    As demais poderão ser por boleto bancario.

R$ 530,00Preço